domingo, 28 de julho de 2013

Dominguinhos - Eu só quero um Xodó



Arthur Timótheo da Costa

 Arthur Timótheo da Costa (Rio de Janeiro1882 — 1922)


Com o irmão João Timóteo da Costa, Arthur iniciou-se como aprendiz da Casa da Moeda. No livro Pinturas & pintores do Rio Antigo, Donato Mello Júnior informa que "muito contribuiu, no início da sua carreira, a vivência com o cenógrafo italiano Oreste Coliva".
Ingressou na Escola Nacional de Belas Artes em 1894, como aluno livre, tendo sido orientado por Zeferino da Costa, Rodolfo Amoedo e Henrique Bernardelli. Em 1907, conquistou o prêmio de viagem à Europa na Exposição Geral de Belas Artes, seguindo então para Paris. Com o irmão João Timótheo e os irmãos Carlos Chambelland e Rodolfo Chambelland, participou em 1911 dos trabalhos de decoração do pavilhão brasileiro da Exposição Internacional de Turim, na Itália.

With his brother John Timothy Costa, Arthur began as an apprentice at the Mint. In the book paints & painters of Old Rio, Donato Mello Jr. reports that "contributed much in the beginning of his career, the experience with the designer Italian Oreste Coliva".

He joined the National School of Fine Arts in 1894, as a student free, having been mentored by Zeferino da Costa, Rodolfo Amoedo and Henrique Bernardelli. In 1907, it won a trip to Europe in the General Exhibition of Fine Arts, and then into Paris. With his brother John Timótheo and brothers Carlos and Rodolfo Chambelland Chambelland attended in 1911 the work of decoration Brazilian pavilion at the International Exhibition of Turin, Italy.










sábado, 13 de julho de 2013

The Beatles - Yesterday



Dia mundial do rock


O dia 13 de julho é conhecido no Brasil como Dia Mundial do Rock. A data celebra anualmente o rock e foi escolhida em homenagem ao Live Aid, megaevento que aconteceu nesse dia em 1985. A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o "dia mundial do rock".
Em 13 de julho de 1985, Bob Geldof organizou o Live Aid, um show simultâneo em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos. O objetivo principal era o fim da fome na Etiópia. O evento chamou a atenção por contar com a presença de muitos artistas famosos na época. Entre os participantes, estavam The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath.
Os shows foram transmitidos ao vivo pela BBC para diversos países e abriram os olhos do mundo para a miséria no continente africano.
Em 2005, 20 anos depois do primeiro evento, Bob Geldof organizou o Live 8, uma nova edição com estrutura maior e shows em mais países. Dessa vez o objetivo foi pressionar os líderes do G8 para perdoar a dívida externa dos países mais pobres e erradicar a miséria do mundo.
No Live 8 o Grupo de Rock Britânico Pink Floyd se reuniu em sua formação clássica pela primeira vez depois de 20 anos de separação.
Apesar de se chamar "Dia Mundial do Rock", a data só é comemorada no Brasil. Ela começou a ser celebrada em meados dos anos 1990, quando duas rádios paulistanas especializadas em rock - 89 FM e 97 FM - começaram a mencionar a data em sua programação.  A celebração foi amplamente aceita pelos ouvintes e, em poucos anos, passou a ser popular em todo o país. Entretanto, essa data é completamente ignorada em todo o resto do mundo.
Outros países e localidades não têm uma data específica para celebrar esse estilo musical ou têm outras datas. Nos EUA, poucas pessoas comemoram a data no dia 9 de julho, em homenagem ao programa "American Bandstand, de Dick Clark, que estreou nessa data. O programa ajudou a popularizar o rock and roll nos EUA.

The 13th of July is known in Brazil as World Day of Rock. The day celebrates the annual rock and was chosen in honor of Live Aid mega event that happened on that day in 1985. The celebration is a reference to a desire expressed by Phil Collins, participant of the event, which one would it be considered the "World Day of Rock."
On July 13, 1985, Bob Geldof organized Live Aid, a concert simultaneously in London, England, and Philadelphia, in the United States. The main goal was to end hunger in Ethiopia. The event drew the attention for having the presence of many famous artists at the time. Among the participants, were The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (who played in both places ), Eric Clapton and Black Sabbath.2
The shows were broadcast live by the BBC for many countries and opened the world's eyes to the misery in Africa.
In 2005, 20 years after the first event, Bob Geldof organized the Live 8, a new edition with larger structure and shows in more countries. This time the goal was to pressure the G8 leaders to forgive the debt of the poorest countries and to eradicate poverty in the world.
Live 8 Group of British Rock Pink Floyd reunited in their classic lineup for the first time after 20 years of separation.
Despite being called "World Day of Rock", the date is only celebrated in Brazil. She began to be celebrated in the mid-1990s, when two radios paulistanas specializing in rock - 89 FM and 97 FM - began to mention the date on your schedule. 3 The conclusion was widely accepted by listeners and, in a few years, has become popular throughout the country. However, this date is completely ignored in the rest of the world.

Other countries and localities do not have a specific date to celebrate this music style or have other dates. In the U.S., few people commemorating the date on the 9th of July, in honor of the "American Bandstand, Dick Clark, who debuted this data.4 The program helped popularize rock and roll in the U.S..
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_mundial_do_rock





segunda-feira, 8 de julho de 2013

ADMIRÁVEL GADO NOVO - Zé Ramalho



FESTA JUNINA - BRASIL





Na época da colonização do Brasil, após o ano de 1500, os portugueses introduziram em nosso país muitas características da cultura europeia, como as festas juninas.
Mas o surgimento dessas festas foi no período pré-gregoriano, como uma festa pagã em comemoração à grande fertilidade da terra, às boas colheitas, na época em que denominaram de solstício de verão. Essas comemorações também aconteciam no dia 24 de junho, para nós, dia de São João.
Essas festas eram conhecidas como Joaninas e receberam esse nome para homenagear João Batista, primo de Jesus, que, segundo as escrituras bíblicas, gostava de batizar as pessoas, purificando-as para a vinda de Jesus.
Assim, passou a ser uma comemoração da igreja católica, onde homenageiam três santos: no dia 13 a festa é para Santo Antônio; no dia 24, para São João; e no dia 29, para São Pedro.
Os negros e os índios que viviam no Brasil não tiveram dificuldade em se adaptar às festas juninas, pois são muito parecidas com as de suas culturas.
Aos poucos, as festas juninas foram sendo difundidas em todo o território do Brasil, mas foi no nordeste que se enraizou, tornando-se forte na nossa cultura. Nessa região, as comemorações são bem acirradas – duram um mês, e são realizados vários concursos para eleger os melhores grupos que dançam a quadrilha. Além disso, proporcionam uma grande movimentação de turistas em seus Estados, aumentando as rendas da região.
Com o passar dos anos, as festas juninas ganharam outros símbolos característicos. Como é realizada num mês mais frio, enormes fogueiras passaram a ser acesas para que as pessoas se aquecessem em seu redor. Várias brincadeiras entraram para a festa, como o pau de sebo, o correio elegante, os fogos de artifício, o casamento na roça, entre outros, com o intuito de animar ainda mais a festividade.
As comidas típicas dessa festa tornaram-se presentes em razão das boas colheitas na safra de milho. Com esse cereal são desenvolvidas várias receitas, como bolos, caldos, pamonhas, bolinhos fritos, curau, pipoca, milho cozido, canjica, dentre outros.


At the time of the colonization of Brazil, after the 1500s, the Portuguese introduced in our country many features of European culture, such as state fairs.
But the emergence of these parties was in the pre-Gregorian, as a pagan festival in commemoration of the great fertility of the land, with good harvests, the time they called the summer solstice. These celebrations also took place on the 24th of June, for us, the day of Saint John
These parties were known as Johannine and were named in honor of John the Baptist, cousin of Jesus, who according to biblical scriptures, liked to baptize people, purifying them for the coming of Jesus.
Thus, it became a celebration of the Catholic church, where honor three saints: the 13th is the feast for St. Anthony, on the 24th, to St. John, and on the 29th, to St. Peter.
Blacks and Indians living in Brazil had no difficulty in adapting to June festivals, they are very similar to those of their cultures.
Gradually, the June festivals were being spread throughout the territory of Brazil, but it was in the northeast which took root and became strong in our culture. In this region, the celebrations are quite heated - last for a month, and several competitions are held to elect the best groups dancing the quadrille. Moreover, they provide a great movement of tourists in their states, increasing the incomes of the region.
Over the years, state fairs have won other characteristic symbols. As is done in the coldest month, huge bonfires are now lit so that people aquecessem around them. Several games went to the party, as the greasy pole, mail elegant, the fireworks, the wedding in the countryside, among others, in order to further enliven the festivities.
The typical dishes of this party becomes present because of good harvests in the corn crop. With this cereal are developed several recipes, such as cakes, soups, tamales, fried dumplings, curau, popcorn, baked corn, hominy, among others.


Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola







quinta-feira, 4 de julho de 2013

QUINTAL DO ZECA - TEM GENTE




Anita Malfatti


Anita Malfatti foi uma importante e famosa artista plástica (pintora e desenhista) brasileira. Nasceu na cidade de São Paulo, no dia 2 de dezembro de 1889 e faleceu na mesma cidade, em 6 de novembro de 1964.
Anita Malfatti era filha de Bety Malfatti (norte-americana de origem alemã) e pai italiano. Estudou pintura em escolas de arte na Alemanha e nos Estados Unidos (estudou na Independent School of Art em Nova Iorque). Em sua passagem pela Alemanha, em 1910, entrou em contato com o expressionismo, que a influenciou muito. Já nos Estados Unidos teve contato com o movimento modernista.
Em 1917, Anita Malfatti realizou uma exposição artística muito polêmica, por ser inovadora, e ao mesmo tempo revolucionária. As obras de Anita, que retratavam principalmente os personagens marginalizados dos centros urbanos, causou desaprovação nos integrantes das classes sociais mais conservadoras.
Em 1922, junto com seu amigo Mario de Andrade, participou da Semana de Arte Moderna. Ela fazia parte do Grupo dos Cinco, integrado por Malfatti, Mario de Andrade, Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade e Menotti del Picchia.
Entre os anos de 1923 e 1928 foi morar em Paris. Retornou à São Paulo em 1928 e passou a lecionar desenho na Universidade Mackenzie até o ano de 1933. Em 1942, tornou-se presidente do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo. Entre 1933 e 1953, passou a lecionar desenho nas dependências de sua casa. 

Anita Malfatti was an important and famous artist (painter and illustrator) Brazilian. Born in São Paulo, on December 2, 1889 and died in the same city, on November 6, 1964.
Anita Malfatti was the daughter of Bety Malfatti (American of German origin) and Italian father. He studied painting at art schools in Germany and the United States (studied at the Independent School of Art in New York). During his visit to Germany, in 1910, came into contact with expressionism, which greatly influenced. In the United States had contact with the modernist movement.
In 1917, Anita Malfatti held an art exhibit much controversy, to be innovative, while revolutionary. The works of Anita, depicting mainly characters marginalized urban centers, caused disapproval in members of social classes more conservative.
In 1922, along with his friend Mario de Andrade, participated in the Week of Modern Art. She was part of the Group of Five, comprising Malfatti, Mario de Andrade, Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, and Menotti del Picchia.
Between 1923 and 1928 she moved to Paris. Returned to São Paulo in 1928 and began teaching drawing at Mackenzie University until the year 1933. In 1942, she became president of the Union of Plastic Artists of São Paulo. Between 1933 and 1953, she began teaching drawing on the premises of your home.